Arquivos Mensais: maio 2006

Google, MPF e o Hackterteen



Recentemente a mídia tem feito bastante barulho em torno da discussão entre o Ministério Público Federal de São Paulo e o Google Brasil, a respeito das denúncias sobre o Orkut.

Existe um site, chamado Safernet Brasil, que é uma ONG responsável por captar e apurar denúncias sobre crimes na Web. Crimes estes geralmente relacionados com Pedofilia, Racismo, Nazismo, Maus Tratos contra Animais, Roubo de Senhas, etc. As denúncias encaminhadas à esta ONG são repassadas ao MPF que lida com toda a parte legislativa/burocrática da coisa.

O que ocorre no caso Google BR x MPF é que o MPF exigiu do Google Brasil a abertura dos dados sigilosos de membros de comunidades relacionadas sobre coisas básicas, como Pedofilia, Neo-Nazismo, Queima Indígena, e mais alguns temas saudáveis deste tipo.

O Google Brasil respondeu que por se tratar de apenas um escritório de Vendas da Google Inc, não possui os dados e nem tem acesso a eles. Todos os dados referente à cadastros, localização dos usuários, etc encontram-se nos Servidores do Google Inc., no Estado da Califónia, lá nos Estates.

O diretor de Relações Públicas do Google Inc. já afirmou que a corporação se compromete a auxiliar nas investigações do governo Brasileiro, bem como de qualquer governo ao redor do Globo. Porém o Google Inc, por estar nos EUA têm que obedecer às Leis Americanas sobre Privacidade e, não pode agir da maneira que o MPF quer, porque isso os faria a cometer um crime lá nos USA.

Mas o MPF parece que não consegue entender o que os caras dizem e ficam abrindo processo atrás de processo contra o GoogleBR, acusando-o de não cooperar, de ser complacente com os crimes e até de Cúmplice.

O Google Brasil já bateu, rebateu e rerebateu sobre não ter os dados. Mas tem alguém no MPF que é burro o suficiente para não entender isso. Teve um procurador do MPF que chegou a dizer (a grosso modo) que: Se os usuários são brasileiros e os dados vêm do Brasil, então todas essas informações são nossas. Então parem de sigilo e passem elas para cá.

E claro. A impressa está deitando e rolando. Já li artigos dizendo: MPF quer fechar Orkut!

Não dá para saber o que é pior. Se são os ignorantes no MPF que se metem com Direito Digital e não sabem a diferença entre um IP e um OB ou se são os jornalistas, que querem mais é fazer fervo em torno da briga (aumentando um pouco as coisas, claro) e ganhar um ponto a mais de audiência.

Parelelo ao aparecimento de personalidades como pedófilos no Orkut, temos agora os Watchmen. Sim, os Vigilantes também estão no Orkut. Em sua maioria, são Crackers ou Ex-Crackers que resolvem atacar os criminosos para puní-los. Veja a notícia de ontem:

“Uma empresária faz parte de um grupo de “justiceiros” do orkut. Ela decidiu brigar contra a pedofilia no orkut depois que o sobrinho foi assediado no site.

— Não denuncio o pedófilo para o orkut, porque o site tira ele do ar e ele volta, com um perfil novo, rindo da cara da gente. Faço as denúncias ao Safernet (site parceiro do Ministério Público).

Os “justiceiros” são outra dor-de-cabeça para o Ministério Público. Eles incorrem em crimes, usando vírus para obter dados que só podem ser obtidos com autorização da Justiça.

— No mundo virtual, a justiça pelas próprias mãos, assim como no mundo real, tem muitos problemas. Justiça deve ser feita pelo Estado — adverte o procurador Sergio Suiama, responsável pelo grupo sobre crimes cibernéticos.”

Claro que: Isso é um tiro no Pé. Apesar das Boas intenções. 1º Pq qualquer tipo de ação contra qualquer um não autorizada pela Lei é crime. 2º Pq os Vigilantes estão usando métodos que “ultrapassam” os limites da Informática. Métodos estes que a Lei costumeiramente costuma caçar.

Mas todos concordam em uma coisa: se você encontrar um criminoso, não avise o orkut. Denuncie ao Safernet (www.safernet.org.br ou www.denunciar.org.br). Se a denúncia é feita ao orkut, o Google tira a página do ar e as provas se perdem. O procurador Sérgio Suiama dá outra dica aos pais: — É importante orientar os filhos para a Internet.

Falando nisso, o site HackerTeen junto do Safernet Lançaram uma Cartilha de 10 tópicos para a criançada se proteger na Web. Apesar de ser para crianças, tem muito adulto aí que eu conheço que está precisando lê-la.

Os 10 mandamentos do jovem internauta

Surfar na internet é legal, mas cuidado com os perigos!!!

1. Seja prudente, você não sabe o que está por trás da tela do computador.
2. Não diga nem o seu nome, nem a sua idade.
3. Nunca divulgue a sua senha (password).
4. Quando estiver na sala de bate-papo (chat), desconfie…!
5. Não dê o seu endereço.
6. Nunca envie qualquer foto sua.
7. Nunca aceite propostas de encontro sem informar aos seus pais.
8. Não acredite em todas as informações que você recebe.
9. Não responda aos e-mails que te ofendam.
10. Se alguma foto te perturba, saia do site e avise os seus pais.

Bom, o Safernet eu acho que é uma ferramenta muito bem vinda. Bem como a galera do Hackerteen. Mas agora, o caso do MPF eu acho palhaçada. E com o meu dinheiro.

Mais alguns links para vcs lerem e decidirem por si mesmos:
Estadao
IDG Now! 1
IDG Now! 2

Acustico Ultraje a Rigor

(Trasgo)


Curitiba Master Hall – Sábado 20/05/06 – 22:00
Preço: 20 reales.

Eu vou. Estão convidados.

😀